A saturação de oxigênio é considerada um dos parâmetros mais importantes da avaliação médica, juntamente com a frequência cardíaca, pressão arterial, frequência respiratória e temperatura. Isso acontece porque o valor de saturação está diretamente relacionado com o que acontece no corpo, estando diminuído quando existe algum problema de saúde potencialmente grave, como:

  • Problemas respiratórios: asma, DPOC, enfisema, embolia, fibrose cística;
  • Problemas cardíacos: insuficiência cardíaca ou defeitos congênitos;
  • Anemia.

Além de ajudar no diagnóstico de algumas doenças, a saturação de oxigênio pode ainda ser usada para monitorar o tratamento destas condições, assim como ajudar na avaliação do estado geral de saúde de pessoas internadas.

Fonte – Tua Saúde